sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Outra?!

O título deste post será, provavelmente, a primeira palavra a percorrer a mente dos nossos leitores. E porquê? É que, à medida que forem lendo, vão dizer: "Outra rúbrica? Mas eles nem uma conseguem manter actualizada!"

Pois... é verdade, mas dá-me para estas coisas! O que querem?
De todo o modo, pode ser que esta tenha pernas para andar; aliás, o conteúdo da mesma faz-me recordar uma outra rúbrica: a "no comment" da EuroNews.

Já sei. A seguir, vão estar a dizer: "Mas este gajo acha que a gente não tem mais nada que fazer do que estar a ver a Euronews?!"

Ai, este meu optimismo inveterado...

Aqui ficam as imagens e espero que gostem...











































Portugalmente, a Administração.

sábado, 14 de novembro de 2009

Maisha iko sawa na Trust...

Caros...de leitores,

Não tenho muito a dizer...é tão explicito que as imagens valem mais do que mil palavras.

Desfrutem de cada pormenor, e eis que algo levanta...e o público delira!!!

video

Trustamente, a Administração

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Belo dia para voltar a fumar

...





P*ta que pariu, a Administração

domingo, 18 de outubro de 2009

Pois bem...

... ao que parece, a rúbrica iniciada na passada semana e que, por acaso não tem título, está a "dar cartas"!

Esta semana trago uma senhora, de seu nome artístico "Rosinha".

Dito isto, fico-me por aqui, uma vez que a fotografia da menina e a melodia que a mesma nos apresenta devem ser apreciadas livremente e ao gosto de cada um... Não obstante, chamo apenas a atenção dos nossos leitores para a verdadeira miscelânea que vemos na foto.






Faixa 1 - rosinha


A descambar no popularucho, a Administração.

sábado, 10 de outubro de 2009

E eis que surge...

... o melhor blogue do mundo a apoiar a música popular portuguesa!

Por esta altura e com apenas uma frase, estarão os leitores a pensar "que raio vai agora o Caipicola inventar?".

Pois é, o Caipicola foi incentivado por uma rádio pouco conhecida do grande público, a promover um dos maiores artistas musicais portugueses. Falo-vos de Arnaldo Silva.

Para todos aqueles cujo conhecimento musical não abarca este senhor deixo-vos uma fotografia do mesmo com o título da canção que aqui vamos divulgar:






E agora, em parceria com a tal rádio nacional, deixo-vos uma bela melodia. Espero que gostem!


Antena3 Laboratolarilolela 031 - Nuno Markl

Fizemos amor talvez, tal qual a primeira vez, a Administração.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Só faltam as vitelas do Culatra...


video

P.S.: Leitores, não digo para não tomarem as substâncias que são referidas no vídeo. Apenas vos peço para não conduzirem sob o seu efeito e que alguém me chame para assistir aos vossos momentos porque devem ser bonitos e dignos de se verem...

Drogadamente, a Administração.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Quem fala assim não é gago! II

Há aqui uns basteeardos na comunicaçeeão socieeal do continannnt...

video

Filhos da bastarda, a Administração.

TERROR!


Ora viva!

O vídeo que aqui vou publicar é sobre uma atrocidade que nunca deveria ser cometida...muito menos por adultos a crianças. Caros leitores, isto é das maiores barbaridades que já vi na minha vida e este vídeo tocou-me profundamente!

Contudo, as crianças, pelo menos a grande maioria que se viu afectada por esta crueldade, souberam lidar bem com a situação e ultrapassaram-na com bravura.

Antes de mais comentários, deixo-vos o vídeo:




Agora que já viram a tortura a que estas crianças foram sujeitas, devo dizer-vos que me identifico bastante com o menino loiro que no final vê a sua paciência recompensada. E não apenas pelas semelhanças fisionómicas mas também pelo desespero que, a certa altura, se parece apoderar dele.

Por último, devo dizer que também eu resistiria, por muito que me custasse, a esta tortura. Como? Nem que tivesse que recorrer ao galgas...mas eu aguentava! Isto porque, no que diz respeito à comida, a minha filosofia é: quanto mais, melhor!

Já alguém muito sábio dizia: "O que é que a gente leva desta vida? Comida."

Comidinhamente, a Administração.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Quem fala assim não é gago!

Para mais tarde recordar:



Vernaculosamente estrangeiro, a Administração.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Momento zen



Sem stress, a Administração.

domingo, 16 de agosto de 2009

Front kick...

Boas tardes...de leitores!

Venho por este meio (como diz o meu avô...é onde está o recheio), apresentar uma pessoa que dispensa apresentações...este, aparece numa posição um qui pro quo sui generis, dado que o homem se encontra numa posição à caçador...foi abordado por um líquido vindo do seu lado esquerdo (direito para nós).
Com a bola a pinchar e de baliza escancarada...o Kumba Yalá albino não hesitou em atacar com uma dupla patada que me deixou pasmado com tanta elasticidade...só mesmo para marcar o seu território dançante.

Com esta me deixo:
- "Voltei, voltei, voltei de láaaa...ainda ontem estive em França e agora já estou cáaaaa..."

video

Festa da cerveja'09, a Administração.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Momento de lazer

Clubite à parte, venho trazer ao melhor blog do mundo um vídeo deveras engraçado, no qual temos comentários especiais sobre um jogo da taça de Portugal, envolvendo dois clubes cujo nome não consigo neste momento precisar...

Espero que gostem:



Futebolisticamente, a Administração.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Edição número não sei qual...

... de "As melhores citações do passado fim de semana".

Ora, depois de um fim de semana por terra de nuestros hermanos, trago duas citações engraçadas e em português, apesar da localização.

Aqui ficam elas:

" - Queriam bolo, não queriam?
Vão mas é pró caralho!"

" - Deste um pum?
- Dei!" - citação seguida de monumental gargalhada.

Por terras espanholas, a Administração.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Já lá vai algum tempo...

... mas "As melhores citações do passado fim de semana" estão de regresso!

Desta feita, há apenas uma única pérola, mas a meu ver, muito boa:

"Este mundo está todo prostituído... e nós temos é que aproveitar!!"

Mainada, a Administração.

domingo, 26 de julho de 2009

Obviamente...

... tinha que postar (quanto mais não fosse, por razões viscerais...)

Ontem, deparei-me com um comentário a um post e qual não é o meu espanto, quando constato que o mesmo assume contornos, vá... estranhos!

Mas antes de mais, cumpre referir que o "Caipicola" tem mais um leitor. Tenha ele vindo, por mero acaso ou não, ao encontro do melhor blog do mundo, o que é facto é que veio cá parar!!

De facto, é com uma expressão de lamento (se pudessem ver a minha cara neste preciso momento...) que verifico que um tal de "icefrost" veio insurgir-se contra o post "Mas que escola é esta do Panda?", quase num tom de: "Vocês aí no Caipicola são politicamente incorrectos e eu vou sacar do meu lápis azul virtual! Nem que seja para vos corrigir quanto à origem da música". Enfim...

Claramente, este nosso "novo amigo" não percebeu o sentido do post em questão. Mas mais grave do que isso, na minha humilde opinião (e as opiniões valem o que valem), sinto que o mesmo não se deu ao trabalho de passar as pestanas por outros posts e muito menos, pelo próprio lema do blog... É pena! Teria percebido que o Caipicola assenta num registo leve e livre, de conteúdos essencialmente humorísticos (mesmo que os leitores não achem piada) e como tal, os administradores são livres de postarem sobre o que bem entenderem e fazem-no, fique sabendo ó "xôr" Elton Silveira, sem ofender ninguém e com o cuidado de não recorrer ao vernáculo, tão tipicamente português...
Aliás, se tivesse tido o cuidado de atentar minimanente nos conteúdos do blog, verificaria que o vernáculo português utilizado consta, apenas e só, em citações, devidamente contextualizadas, identificadas e assinaladas com aspas.

Não pense, porém, que fiquei desagradado com o que li.
Pelo contrário! Os administradores deste blog abrem sempre uma garrafa de champanhe, cada vez que tomam conhecimento da existência de um novo leitor!

Ressalvo apenas alguma arrogância ou prepotência da sua parte, "icefrost", quando diz "É esta a lição para hoje.", mas tendo em conta que esse comentário vem dessa zona do país, não fico surpreendido.

De todo o modo, obrigado e volte sempre ao Caipicola. Espero que o clima esteja agradável aí por Odivelas!

Felicidades para a sua irmã, a Administração.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Para lá de amor!

Txiiii....já não escrevia aqui há tanto tempo que até tive de alterar a minha password para fazer o login porque já não me lembrava da outra! Estou a brincar, como é óbvio. Eu memorizei a password no primeiro dia!

O que interessa é que estou de volta e venho aqui escrever sobre como é difícil, por vezes, mostrar os nossos sentimentos e falar sobre eles.

Há pouco tempo, começou na RTP2 um programa, do qual até sou fã, intitulado "5 Para a Meia Noite". Baseia-se num talk show, apresentado por 5 pessoas diferentes, um em cada dia. da semana Cada apresentador tem as suas próprias rubricas e é uma delas que eu venho aqui mostrar.

À Quarta-feira, o programa é liderado pelo Nilton e ele, quanto a mim, criou a melhor rubrica de todo o programa até agora. A única capaz de rivalizar com esta é a dos anúncios do jornal Ocasião. Quem já viu sabe do que estou a falar (p.s.: Mano, se leres isto comenta que é para o pessoal não pensar que estou a inventar!). Nestes anúncios, podemos encontrar pessoas que querem vender desde comandos de aparelhagem porque lhes roubaram a aparelhagem mas deixaram o controlo remoto, que agora não lhes dá jeito nenhum, até pessoas que querem vender o anel de noivado que iam oferecer à namorada mas entretanto tudo acabou e agora o dinheiro dá mais jeito.

Mas voltando à melhor rubrica, a do Nilton. Esta intitula-se "Eu amo você". É bastante simples, o Nilton liga para locais públicos, e/ou pessoas dadas a serviços públicos, e declara o seu amor pela pessoa que atende. Ora, tendo em conta que o programa normalmente só no título é que se passa antes da meia noite, eu diria que ele podia ter escolhido outra hora para falar de assuntos sérios como o amor. Depois queixa-se que as pessoas levam a mal.

Não há muito mais a dizer a não ser que, na minha opinião, o Nilton, neste caso, estava a declarar o seu amor, indirectamente, à sua convidada. Se calhar tinha ganho mais alguma coisa, mas não seria tão fixe. Aqui fica a declaração de amor:



Eu amo você, a Administração.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Por falar em Educação...

Todos nós ouvimos falar do concurso de professores, no que concerne à colocação em determinado estabelecimento de ensino, leia-se escola, de vários profs portugueses e não só.

Aliás, ao que parece, ou pelo menos a julgar por aquilo que me zumbiu, foi divulgada no início da semana uma lista referente à colocação de não-sei-quantos mil professores por escolas desse imenso Portugal.

Ora, como estamos em período de férias "grandes", sugiro um vídeo, de carácter altamente pedagógico e do qual, penso que muitos professores deviam retirar ideias ou "copiar" o que nele se pode ver para, quiçá, colocar em prática a partir do próximo mês de Setembro...

Sem mais vídeos, despeço-me prometendo voltar com um vídeo do nosso "semi-conterrâneo" e agora ex-ministro da Economia, Manuel Pinho.


video
Lamparinamente, a Administração.

Sem palavras...

... leitores, venho aqui deixar-vos um vídeo deveras engraçado e, como tal, vou abster-me de qualquer tipo de comentário, dado que aquilo que irão ver de seguida, vale por si mesmo e dispensa grandes (ou pequenas) discussões!

Queria apenas referir que quando ouvimos a senhora dizer "No! No!", se calhar, ela queria efectivamente dizer yes, yes...

Aqui fica e espero que gostem...

video
À canzana, a Administração.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Para pensar...


Caros leitores,

A que propósito é que as pessoas, por vezes, dizem as horas usando "quê" (tipo "duas e quê" ou "quatro menos quê", ...) se os relógios não têm letras para indicar as horas?!

A tempo e horas, a Administração.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Public awareness


video

Mente, a Administração.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Centro de Inspecções

Não ... leitores, não se trata do Pimp my ride versão portuguesa.

Nesta situação, os administradores do melhor blog do mundo, limitaram-se a recriar um pequeno centro de inspecções automóvel, dado que o veículo em si, estava a pedi-las...

De facto, o rigor foi tanto que um dos administradores utilizou termos técnicos e em francês! Ora, isto só revela o profissionalismo dos mesmos, ou não estivessem os restantes dois a dizer coisas do género "yeah!", ou algo parecido...

De qualquer maneira, aqui fica o vídeo prós ... leitores julgarem por eles próprios:


video


Páginas da vida...Yeah!, a Administração.

Senhoras e Senhores...

... sem mais demoras, apresento-vos um novo estilo de porteiro que promete agitar a noite!

Fiquem atentos...

E agora sem mais delongas, aqui fica Zé Michel:

video


"Eu vou chamar o S.E.F.", a Administração.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Piropo....ou nem por isso


Boas!

Há já algum tempo que não transmitia qualquer sabedoria via "melhor blog do mundo". Pois bem, resolvi partilhar hoje convosco uma espécie de frase de engate, se é que se pode chamar isto a tal frase, que me ocorreu na passada Sexta-feira.

Estando eu ligado à área das Línguas, dei asas ao meu inglês e eis que surgiu este palavreado. Mais uma vez vos digo, duvido que funcione com elas. O mais provável é levarem uma bela palmada de mão aberta....na tromba!

Sem engonhar mais, aqui fica aquilo que pode muito bem vir a ser um provérbio, um ditado ou quiçá algo mais. Tirem as vossas conclusões.

P.S.: Há uma palavra da frase que tem de ser dita com um determinado sotaque e uma acentuação muito própria. Vou tentar escrevê-la tal como deve ser dita. Em caso de dúvida, é só perguntar.

"Great tits! Can I tutche them?"

Molhe-adamente, a Administração.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Até numa segunda-feira de Maio...

Pois é, caros ... leitores, essa grande instituição Oficina de Teatro de Espinho, carinhosamente tratada por OTE, voltou à ribalta espinhense com um encore de "A Outra Côr das Coisas" que teve lugar na passada segunda-feira, 18 de Maio.

Não quero que fiquem a pensar que venho aqui fazer uma espécie de auto-elogio à OTE, apenas pelo facto de fazer parte dessa grande instituição. Na verdade, a OTE tem vindo a construir a sua própria reputação e o espectáculo supra citado é disso um exemplo e para tal, basta atentar no facto do mesmo ter tido lugar numa segunda-feira à noite com uma assistência muito boa!

Efectivamente, pessoas que nunca tinham tido o prazer de aferir o valor da OTE, acabaram por confessar que gostaram imenso do que viram, revelando-se autênticos fãs, a reproduzir falas da própria peça.

Pessoalmente, admito que até à data, esta foi uma das minhas actuações favoritas, mas independentemente da minha opinião, valeu pelo simples facto do próprio teach ter ficado bastante satisfeito...

Não podia ser para menos, se não vejamos:
Tudo começa com um "não temos música, não temos projector para o vídeo, mas há peça!".
Acho que depois desta solene e honesta afirmação, estava dado o mote para uma grande noite.

E assim foi. Uma boa dinâmica, interacção com o público e a criação de um novo ídolo para a juventude espinhense... o Sr. Monteiro! O omnipresente, Sr. Monteiro.
É verdade, o Sr. Monteiro foi a estrela da noite, uma vez que, mesmo sem estar presente, levou ao delírio as pessoas que se encontravam no auditório.

Para quem não conhece, estou a falar de um dedicado funcionário da Escola Dr. Manuel Gomes Almeida. Um verdadeiro pau para toda a colher e sempre com um discurso bem ensaiado, capaz de fazer inveja a muitos, dando assim um toque de cultura e filosofia ao staff educativo da citada escola.
Aliás, lembro-me de duas situações peculiares, nas quais pude atestar a eloquência e capacidade de resposta do Sr. Monteiro:

"- Então sr. Monteiro, amanhã vai haver greve dos funcionários ou não?" - perguntei eu, procurando evitar pôr os pés na escola no dia seguinte;
"- É uma questão de verbas. Jovem, isto é tudo uma questão de verbas!" - retorquiu o sr. Monteiro. Escusado será dizer que fiquei plenamente esclarecido...

E por último, numa aula de História, a professora deparou-se com um livro de ponto, como direi, marado!, já com o ano seguinte preenchido e com caracteres, no mínimo, esquisitos, mas o Sr. Monteiro, diligente como sempre, disse prontamente:

"- Ah, já sei o que foi isso! Isso foi alguém que preencheu com o calendário chinês ou de acordo com o calendário chinês e eu acho que sei quem foi..."
Verdade seja dita, nunca mais se ouviu falar nesse assunto, agora porquê...

E assim, está eternizada uma figura, novo ídolo de muita gente ligada à Escola Dr. Manuel Gomes Almeida!

P.S.: pede-se a quem tiver uma fotografia do Sr. Monteiro, para enviá-la ao cuidado dos administradores deste blog, com o intuito de ilustrar este post.

A criar ídolos à Segunda-feira, a Administração.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Em ano de eleições...

... nada como uma análise, ainda que transatlântica, ao status quo da política e dos governantes!

O vídeo que vou aqui deixar não retrata o nosso Portugal, embora faça lembrar alguns belos exemplares que por cá existem...

Peço apenas aos ... leitores que atentem no vocabulário utilizado pelo locutor (faltou só o famoso "cafageste", tão bem apreciado por estas bandas do atlântico), assim como o crescente entusiasmo sobre o assunto; por momentos, quase dá a sensação que o homem vai sofrer algum ataque de cólera ou que lhe vai rebentar a jugular...

P.S.: Há caralhe de tempo que não postava...



video
Sirigaitamente, a Administração

terça-feira, 12 de maio de 2009

Laranjas e Bananas



Ora aqui estão os amigos do Panda a ensinar como deve ser. Uma música com alto teor educativo e, ao mesmo tempo, nutritivo. No mesmo vídeo temos alimentos de vários tipos: fruta, carnes brancas e peixinho. Isto tudo para lembrar que devemos ter uma alimentação rica e variada.

Só não percebo a razão pela qual o galináceo, o polvo e até as crianças têm a mesma voz. Inclusivamente quando cantam em conjunto só se ouve uma voz, a mesma voz. Devem estar muito afinadinhos. Estou a ver que o Panda para além de "amante latino pedófilo" também é um grande maestro.

Por último, esta é mais uma música que faz sucesso aqui para os meus lados...

"Selada de fruta", a Administração.

Mas que escola é esta do Panda?


Pois é, caros leitores, a pergunta não podia ser mais clara. Como sabem, sou muito ecléctico em termos musicais e, portanto, ouço um pouco de tudo. Chego ao ponto de ouvir, e gostar (o que para muita gente é o mais grave), de Bandalusa, não menosprezando, como é aqui o caso, as músicas de crianças.

Venho aqui expor uma situação relativa a uma música do CD "Panda vai à Escola". Até aqui, tudo bem. Educação nunca fez mal a ninguém, embora ache estranho um panda frequentar uma escola juntamente com crianças de tenra idade. Mas isto não se fica por aqui. Depois de ouvir a música "Vem que eu vou-te ensinar", um título já por si ambíguo, fico pensativo e até preocupado com aquilo que é ensinado nesta escola. Até posso estar enganado mas parece-me que não se fala do que inicialmente seria suposto. Atentem na análise que vou fazer à letra da música.

É bem provável que esta música fosse uma tentativa de aula de Anatomia. Contudo, penso que as partes e movimentos do corpo humano nos remetem para um outro universo. Ele é mãos, ele é ombros, ele é pés, ele é cabeça, ele é barriga...tudo para a frente e para trás. E o que dizer das expressões "mexendo sem parar" e "roda roda roda e não saias do lugar"?!

Mas para quê estar aqui a escrever se uma imagem vale mais que mil palavras. De seguida, apresento-vos o vídeo da música, no qual o Panda (com ar de pedófilo alucinado nas suas sete quintas) faz a coreografia no meio de crianças, supostamente inocentes e felizes. Peço especial atenção para o movimento da "barriga" e o gozo do Panda para com ele.



Depois de visto o vídeo...estou errado? Não são, no mínimo, dúbios estes ensinamentos? Começo a perceber o gosto da pequenada pelo Canal Panda...

Pandamente, a Administração.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Queima das Fitas '09 - Continuação

Peço que carreguem este vídeo e que o mesmo sirva de banda sonora à leitura do post. É apenas um cheirinho daquilo a que assistimos na Terça de Queima. Apenas vos digo que se trata de uma música mais calminha. Se fosse um dos verdadeiros sucessos da banda em questão, os leitores nem punham os olhos no resto do texto dado que saltavam logo da cadeira para bailar.


A noite de Terça (5 de Maio) da Queima já foi relatada por um dos meus co-administradores. Contudo, ficaram algumas coisinhas por contar.

Bandalusa, de quem somos todos fãs (e se não são, vão passar a ser depois de ouvirem o cd que vou gravar para o Yaris com todos os hits desta grande banda portuguesa), começou a aquecer a noite com todos os seus êxitos e foi o seu espectáculo, com início grandioso (ver vídeo do post anterior), que iniciou o nosso pequeno grande bailarico com as nossas "velhas" amigas naquele mar de gente. Uma banda muito especial, que conta com um ceguinho na guitarra e cujo baterista é o Papa. Não fiquem surpreendidos. O baterista deu o concerto envolto numa redoma de vidro, só pode ser o Papa. Para total esclarecimento, aqui ficam os elementos de Bandalusa.

Mingos - viola ritmo
Paulo - voz e viola ritmo
Nelo Ramos - viola baixo
Alexandre - teclado
Zé Manel - baterista (o Papa tem um belo nome artístico)
Jorge Oliveira - viola solo

Depois veio o artista que não precisa de apresentações...o Quim. O homem é o maior e com ele é só cantar e bailar. Do seu espectáculo, importa apenas referir aqui a entrevista que Focse e sua "mãe" deram, em directo, para o Porto Canal. Pois é, momentos antes eu tinha começado uma brincadeira com as nossas "velhas" amigas a dizer que éramos "mães" e "filhos" e a verdade é que isso valeu uma aparição televisiva ao nosso Ti Focse. Foi curto mas "grosso". Vou apenas citar a grande resposta do Focse à pergunta "Quem é que sabe todas as letras de Quim Barreiros, a mãe ou o filho?". A senhora ainda disse que era o filho mas Focse, muito bem, repôs a verdade, dizendo: "É a minha mãe...até canta no banho". Focse, tiveste em grande.

Relativamente à Terça-feira de Queima, está tudo mais ou menos dito. É só ler este post e o anterior. Passemos, então, à Quinta-feira (dia 7).

Começo por dizer que nem era para ir neste dia. Contudo, a pedido de muitas famílias, leia-se Tiago (o KSoares), lá fui eu em direcção ao Porto para mais um dia de juventude estudantil, bêbados e bêbadas, mijas em espremedores (vão dizer que aqueles mijatórios que eles tinham lá, em que se fazia as necessidades ao ar livre, não eram parecidos com espremedores?!) e cerveja. Pois, cerveja não pôde ser muita porque tive de conduzir. E era o dia Super Bock, é preciso ter azar, mas responsabilidade acima de tudo.

A noite até nem começou muito bem. Tive que ir buscar o meu amigo Tiago ao centro do Porto e, ao passar junto à estação de S. Bento, fui alvo de um raide aéreo por parte daquilo a que eu chamei "Air Pombalhada Force One". É que, quando fui atingido, pareceu apenas uma pequena defecação que me atingiu o vidro da frente do Yaris. Contudo, depois de estacionar reparei que todo o veículo tinha sido atingido, e de que maneira! É caso para dizer que eram fezes aviárias por todo o bólide. Parecia que tinha sido realizada uma operação tunning no carro e que agora tinha duas cores, cinza e branco.

Ultrapassada a cena de guerra, lá fui com o Tiago em direcção ao Queimódromo. Já era um pouco tarde para quem se arrisca a ir de carro por isso arranjar estacionamento foi o caralhe. Ficou longe como tudo. Tão longe que pensámos em apanhar o metro e depois um autocarro para lá chegar. Mas pronto, a noite estava boa e lá fizemos a peregrinação. Depois desta caminhada, posso dizer que ir a Fátima a pé será fácil.

Depois de entrar no recinto, a primeira coisa que fizemos foi o que era esperado....urinar. Não, não urinei nos "espremedores". Acho piada mas gosto de privacidade ao atender as "chamadas" da Natureza. Ao sair da "casinha" senti-me como uma estrela a chegar a um evento. Tinha deixado apenas o Tiago à espera quando entrei mas à saída já tinha uma multidão de 4 pessoas à espera. Contudo, apesar da alegria do encontro, ninguém me quis cumprimentar com as mãos. Vá-se lá saber a razão para tal atitude. Esquisitinhos...

Em termos de concertos, tenho a dizer que foi mais fraquinho. Foi mais sério. Está bem que eram os Xutos mas quem é que bate um belo bailarico ao som de Bandalusa e Quim?! Para mim o ponto alto foi o Calú a cantar a nova música dedicada ao Engenheiro com o cachecol do FCP bem aberto (peço desculpa aos meus co-administradores por esta referência).

Depois do concerto, as habituais rondas pelas barracas. Ao passar pelas barracas, ficamos com a sensação que estamos a sintonizar uma estação de rádio. Vamos andando e a música vai mudando de barraca para barraca. Mas pronto, lá nos fixamos por mais tempo junto a uma barraca, a qual, fiquei a saber mais tarde, era a barraca dos preservativos. Isso, de facto, explica em grande parte o tipo de pessoas e danças que vi por lá. Ainda tentámos ir à tenda, que é como quem diz a Discoteca da Queima. Estava a abarrotar de presuntos e chouriços e havia uma enorme nuvem de fumo. Era, portanto, um verdadeiro fumeiro.

A última coisa que fizemos antes de abandonar o recinto, como não podia deixar de ser, foi papar. O Tiago estava bastante indeciso e, consequentemente, também fiquei indeciso. Pizza? Hambúrguer? Cachorro? Pipocas? Pão com chouriço? Perante tamanha indecisão, acho que o nosso tuguismo se impôs e acabámos por comer uma bela sande de carne de porco assado no espeto. Mais tuga que isto só com um tacho de arroz de tomate.

Lá viemos embora. Como não podia deixar de ser, tal como aconteceu na Terça, fomos protagonistas de mais uma operação stop. Não bufei no balão como o Focse mas perante o diálogo que tive com o senhor agente da autoridade tal tornou-se claramente desnecessário. Passo a citar...

- E bebidas alcoólicas, bebeu?
- Não.
- Niclas?
- Não, nada.
- Pode seguir viagem.

Agora eu pergunto: quem é o polícia que usa a palavra "niclas" no cumprimento do seu dever?

Foi o último facto digno de registo, penso eu. Depois disso, só uma viagem até ao Principado e mais uma chegada a casa com o sol já a nascer. Imagino o que a minha mãe andará a pensar de mim. Numa semana, foram umas 3 ou 4 saídas até tal altura do dia...

Queimadamente, a Administração.

sábado, 9 de maio de 2009

Queima das fitas '09

Caros ... leitores, vou tecer pela minha retina o que se passou na passada 3a feira à noite no queimódromo já que, parece que tiraram férias ou então baixa neste espaço (ainda devem estar a atirar foguetes de alguma festa ou então a apanhar com as canas...).
No cartaz, logo a abrir BandaLusa (diga-se, e que abertura...com muita iluminária e som de fundo parecida com a campanha do PS...aquela dos Vangelis...passo a entoar mmmmm mmmmm mmmmm), e ao fecho o grande Quim Barreiros!
Bate, bate, bate...bate bate ó coraçãoooo! diz-vos algo ?? Pois a mim também não dizia...agora mal oiço proferir tal, começo logo a bater as ditas palmas e a fazer a tal requintada dança...ora ginga pra lá, pra cá (um espectáculo digno de bolinha vermelha no canto superior da retina...). Lá no meio encontramos umas meninas e umas senhoras que com o alarido musical, faziam a tal ginga. Por lá no espaço...atrelamos.
No meio de uma música, de momento não me ocorre tal melodia, um dos elementos lembrou-se de fazer o comboiiiinho, a liderar...o maquinista, Sr. TK Soares. Íamos bem embalados, até que o lider do pelotão esbarra contra uma lomba bem malandra...e quase que havia um descarrilamento. Entrada do Quim..."a pura da loucura" (tem direitos d'autora iluminada), começam as baladas, por todos cantadas e gingadas, e lá começa o verdadeiro espectáculo...os 3 do coimboiiiinho a dançar com as ditas senhoras e com algumas meninas que por tão boa replica, queriam então experimentar o bom sabor de deslizar sobre as mãos dos trabalhadores da Refer.

video

P.S.: Após este post, acredito que iremos ter outro post sobre esta noite...até porque cada um tem a sua perspectiva, faz o que quiser com ela...e não só!

Bate, bate, bate...a Administração.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Somos Campeões


Faço minhas as palavras do site do SCE....somos campeões!

Na passada Sexta-feira, dia 1 de Maio, Dia do Trabalhador, o grande SCE trabalhou e lá arrecadou o 16º título da sua história. Como já havia sido anunciado, os Ultras Caipicola marcaram presença na Nave de Espinho, que é quase como quem diz o meu quintal.

E começo mesmo por aí, o pavilhão. A Nave é grande, é. Tem capacidade para muitos mais espectadores, tem. Mas não chega aos calcanhares da Bombonera. O velhinho pavilhão, apesar de ter capacidade para menos espectadores, possibilita um ambiente completamente diferente. Atrevo-me a chamar-lhe "o inferno da Bombonera". Ali existe o verdadeiro "estar em cima do campo" e para o SCE é uma motivação extra, para os adversários é um verdadeiro martírio. Não é fácil aguentar os apupos do verdadeiro "sangue" de Espinho ao longe mas ao perto ninguém aguenta.

Contudo, mesmo na Nave se sentiu todo o apoio ao nosso Espinho Campeão. Já nos anos anteriores, os Desnorteados contaram com a associação duma outra pequena claque (os elementos da Febra), a qual apoia sempre de forma efusiva o clube. Este ano, houve ainda uma nova facção, verdadeiramente ultra, os Ultras Caipicola. E esta nova claque promete dar que falar. Neste seu jogo de estreia, conseguiu algo digno de registo. Houve alguém que disse que ia ver o jogo mas não demonstraria qualquer sinal de apoio ao SCE. Pois bem, este adepto, posso dizer ex-esmoriz, a certa altura, não mais conseguiu esconder que estava contagiado pela mística espinhense e já aplaudia praticamente todos os pontos ganhos pelos alvi-negros. Mas a "prova dos 9" deu-se quando os Desnorteados começaram a entoar e a saltar ao som de "E salta Espinho, e salta Espinho olé...". Este novo adepto do SCE não só saltou como também cantou com vigor o cântico. Acho que não estou a exagerar os factos...

Em termos de jogo, vou tentar ser breve pois a vitória do SCE foi clara. No primeiro set, o SCE esteve a alto nível, ganhando por 25-18. Sobre o segundo set não vou escrever dado que me pareceu claramente que, depois do sucedido no primeiro, os jogadores quiseram animar a coisa e não dar 3-0 para não parecer tão mal para os do Vitória. O SCE ganhou o terceiro set com um ponto aqui e um ponto ali meios dúbios e o quarto set foi apenas o desfecho mais do que esperado, seguindo a ordem natural das coisas.

No que ao jogo diz respeito, o mais interessante e vibrante, penso que terá sido as actuações, em playback ao vivo, de Bernardo Henrique. Este homem é um senhor. É um verdadeiro Deus da música. Cada vez que havia uma paragem no jogo e o Bernie (nós já somos amigos do peito por isso é assim que o tratamos) saltava, qual mola, para o meio do campo a cantar o famoso "Volley é no Espinho", a plateia delirava. Pronto, a grande maioria batia umas palmitas. Nós, Ultras Caipicola, é que curtiamos muito, mesmo muito, a música do homem. O que fez destas pequenas intervenções de Bernie verdadeiros pequenos concertos foram os seus gestos e interacção com o público. Havia mais sintonia entre Bernie e o público do que entre Bernie e o seu DJ. Por diversas vezes, Bernie acenava para o DJ ir baixando o som mas este continuava a ecoar pelo recinto. Isto fez com que parecesse haver telepatia entre nós e o DJ porque nós queriamos era ver o Bernie a cantar, ou melhor, a playbackar ao vivo.

Por último, tenho que fazer referência à "troca de galhardetes" entre a equipa do Vitória e os adeptos do SCE. O Vitória foi duplamente batido: primeiro pela superior equipa do SCE e depois pelos adeptos do Espinho. Foi um dia negro para eles, em todos os aspectos. Equipam de negro, foram vencidos pelos nossos alvi-negros, foram para casa com umas nódoas negras, enfim. Quem quer que tenha começado os desacatos esteve mal, mas umas pancadinhas nunca fizeram mal a ninguém, muito menos em quem deu umas pancadinhas sem razão aparente.

Em conclusão, Campeões Campeões, nós somos Campeões!


video

Espinhensemente Campeões, a Administração.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Uma pequena... achega!

Caros ... leitores, tal como o título indica, venho apenas consolidar/enriquecer/dar substância/complementar/engrandecer (e por aí fora, antes que esta coisa dos sinónimos se torne aborrecida) os posts do passado Domingo, que é como quem diz, ontem!

Para tal, venho aqui acrescentar uma citação inúmeras vezes (mas inúmeras mesmo!) proferida pelos administradores deste blog durante a noite de Sábado e durante o dissecting que teve lugar na tarde de Domingo.

Para quem não sabe, aqui fica:
" - Oléééééééé!"

Nota: esta citação foi proferida para dar ênfase a tudo e mais alguma coisa que nos desse na veneta...

E agora, só para rematar, peço a atenção dos ... leitores para o vídeo "Patinagem no Museu de Lamas" da rúbrica "Caipicola on camera", com particular destaque para os instantes finais do vídeo. É que após tão magnífica demonstração de Deslizing (nova modalidade, acabadinha de inventar e que desde já sugiro que faça parte do rol de actividades das Olimpíadas de Casal de Ermio), o vídeo termina com um simples, curto, mas espectacular Yeah! do deslizante, o qual teve ainda tempo para terminar a sua prestação em modo rapper.
Quiçá, adivinhando a sessão de rap que se iria seguir...

Deslizantemente, a Administração.

domingo, 26 de abril de 2009

Caipicola on camera - "Sabage"

Este vídeo é absolutamente genial. Tudo o que o Tiago diz é pura sabedoria. É ver e aprender...


video

P.S.: Sapage, uma constante inspiração para nós.

"É Sapage caralho!", a Administração.

Caipicola on camera - "Rap & Beatbox"


Mas que multifacetados que nós somos. Até viagens pelo mundo da música fazemos. Reparem na qualidade deste rap protagonizado pelos administradores do blog, juntamente com o talentoso Tiago.

Tiago - voz e letra da música (improvisada como sempre)
Diogo - batucada
Rui - Beatbox
Focse - realizador e afins

video

P.S.: De facto, o Tiago tem imenso talento para debitar letras para este estilo de música que é o rap. É pena é começar sempre com "Nós estamos aqui...".

Yeah, a Administração.

Caipicola on camera - "Patinagem no Museu de Lamas"


O título deve estar a deixar os leitores malucos. É dos títulos que mais curiosidade deve ter despertado até hoje. Estou a imaginar-vos a pensar: "Eles foram ao Museu de Lamas?!", "Andaram lá a patinar?!", "No Museu da terra dos ilhásticos?!". É fácil. O nosso amigo Tiago teve que ir lá e nós, como bons amigos, fizemos companhia (apesar de eu querer ir ver o FCP). Contudo, ainda bem que fomos porque muitos dos vídeos que agora podem assistir tiveram origem nesta viagem. Pois bem, chegados ao Museu, tivemos direito a uma pequena visita guiada e de borla. O Diogo, aproveitando as características do piso, resolveu dar asas ao seu talento, ou falta dele, para a patinage. É ver...


video

P.S.: Cuidado com os arredores do Museu de Lhiámas. É uma zona de intenso tráfico de matéria dúbia que deixa o pessoal marado.

Amorinmente, a Administração.

Caipicola on camera - "Ultras Caipicola"


Já é público o nosso amor pelo SCE, em especial a sua secção de voleibol. Pois bem, no seguimento da sua vitória em Guimarães e da consequente hipótese de festejar o título já no final da próxima semana, já começámos a aquecer as gargantas e a mostrar o nosso apoio ao clube da nossa cidade. O Tiago não se mostrou muito disponível para apoiar devido às suas divergências com o clube mas conseguimos converter o Focse. Já é alguma coisa mas, mesmo que não tivessemos conseguido, eu e o Diogo fazíamos a festa na mesma. Botem-me sentido no que se segue...


video

P.S.: Proponho que seja levado um cartaz a dizer "Ultras Caipicola" para o próximo jogo.

P.S.S.: Quero uma camisola do Kibinho!

O Kibinho é o maior, a Administração.

Caipicola on camera - "Aqui e agora"


Sinceramente, não sei bem como introduzir o vídeo. Posso dizer que foi novamente no percurso desde o Bombar até ao cemitério e que se trata de uma referência do Diogo ao comércio local. Vejam e tirem as vossas conclusões.


video

Comercialmente, a Administração.

Caipicola on camera - "Vinda do Bombar"

Este vídeo retrata a nossa deslocação, juntamente com o Nico, desde o Bombar até ao cemitério, onde eu e o Focse tínhamos "parqueado" os veículos. Peço especial atenção para a referência à Aipal e ao que se passou à tarde com o Focse nesse mesmo estabelecimento. Infelizmente esse episódio não foi recrutado em vídeo. Eu assisti e digo-vos que foi uma cena triste mas altemente hilariante.


video

Focse, o destruidor de vitrines, a Administração.

Citações do "fim de semáne" - Domingo

Depois de um final de Sábado tão intenso e, acima de tudo, do melhor, impunha-se um encontro dominical para dissecar tudo o que se tinha passado. A verdade é que este Domingo se revelou riquíssimo em termos de citações. Ei-las:

" - 32 anos?! De Barcelos?! É galo..."

" - O teu pai não dorme? É segurança nocturno?"

Nota: O pai em questão é nada mais nada menos do que Manuel Soares (não o de Sarilhos Pequenos mas sim o pai do Focse). Estas questões devem-se ao facto de o senhor ouvir as buzinadelas e os gritos de apoio ao SCE oriundos de veículos que passam em frente à sua casa. Quer dizer, o homem não dorme?! Tem o sono leve?! Não, para mim o Focse chiba-se. Vou procurar por buracos de bala no carro do Focse. Aposto que o pai está de caçadeira na varanda de guarda à casa e, por engano, já chumbou o carro ao Ti Focse.

" - Mais do que o que sai pelo teu cu, só o que entra!"

" - Espera aí que ele vai pôr em ecrã panorâmico.....Palplus."

" - Pensas que tens aí um cinema ambulante e tens mas é uma televisão a preto e branco."

Nota: Tratava-se do telemóvel do Focse. Ah...e o cu também era o dele!

" - Estou-me a cagar!
- Já não és o primeiro..."

" - Stop starring at my tits!"

" - Ficou tempo demais no tacho."

Nota: Foi dita ao vermos entrar um sujeito, conhecido por Pipoca, no Bombar com o cabelo todo no ar.

" - Isso é estúpido!
- Tu também és e andas aí."

" - Fala em condições, caralho! Não admira que andes na formação depois da escola e de teres tirado um curso..."

" - Depois da missa, oferecem churrasco."

Nota: Ao passar pela Igreja Evangélica Brasa.

Foi ou não foi um Domingo rico?

Dominicalmente, a Administração.

Citações do "fim de semáne" - Noite de Sábado


Boas!

Caros leitores, que noite de Sábado! Acho que a expressão "a p*** da loucura" faz todo o sentido neste caso. No seguimento de uma rubrica já vossa conhecida, aqui ficam (parte) de "As melhores citações do fim de semana". Aqui vão elas, sem qualquer tipo de ordem em especial...

" - Entãããããão, onde foram ontem?"
- A Mozelos!".

Nota: Perante tal questão, não estive com rodeios e entrei a pés juntos.

" - Txiii, o que é que te aconteceu aos dentes?"

Nota: Peço desculpa, sobretudo ao Nico, por quase lhe ter estragado o esquema com a moça mas a verdade é que ela devia ser forcada juntamente com a outra moçoila do Carnaval (cf. posts anteriores alusivos ao Carnaval) visto que, de acordo com o seu estado dentífrico, só pode ter andado envolvida em touradas. Pela substância preta que se encontrava nos dentes, até terra deve ter comido...

" - Sr. Raúl, é uma torrada e uma meia de leite.
- E outra torrada e um fino."

Nota: Com o Bombar a fechar, já depois das 4 da matina, achei por bem começar a pensar no pequeno-almoço.

" - Meia puta é melhor do que uma puta inteira!"

Nota: Não fomos às senhoras dos favores sexuais em troca de dinheiro. Estava a tecer um comentário relativo ao nosso estado em termos de humor influenciado pelo álcool.

Bem, estas são algumas, mas penso que as melhores, citações deste Sábado, que apenas começou no Domingo. O que quero dizer é que o Sábado só começou verdadeiramente depois da 1h da manhã. Até aí, apenas o nosso SCE nos deu uma alegria.

A cantar e a buzinar pelo SCE, a Administração.

sábado, 25 de abril de 2009

Curto e grosso

Assisti ontem a uma conversa ao telemóvel e que pode servir de exemplo para todos nós. Se todos falassem assim, mais de metade das conversas ao telefone que originam discussões seriam evitadas. E é tão simples! Basta fazerem como o sujeito fez. Tão simples quanto isto:

"Tou...deixa-me falar!
Rais te foda!!!"

Meus amigos, há que tratar os bois pelos nomes e ir directo ao assunto!

"Deixa-me comer a sopa", a Administração.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Tico e Teco de Pepe chocam de frente!


Buenas tardes!

Senti-me na necessidade de saudar o auditório em espanhol visto que o que me levou a escrever o post passou-se em Espanha.

Venho por este meio esclarecer o que se passou ontem com o Pepe. A situação é fácil de explicar. Pepe, talvez incitado pelo jogador do Getafe, de seu nome Casquero, desatou a cascar em tudo o que se mexia. Toda a gente diz que ele perdeu a cabeça, o próprio diz que estava de cabeça quente, coisas assim. Está tudo errado.

O problema dele, de facto, é na cabeça mas a nível mais físico do que psicológico. A busílis da questão, cá estou eu a utilizar novamente esta palavra linda do nosso léxico (pega lá outra vez Saramago que é de borla e ainda levas mais 50% grátis), reside nos olhos do Pepe, mais precisamente nas lentes que ele, provavelmente, estreou no jogo de ontem. Confuso, leitor? Eu explico.

Deve ter havido algum engano com as lentes e as que o luso-português utilizou ontem tinham um efeito binocular, o que fazia com que Pepe tivesse uma falsa noção das coisas, nomeadamente das distâncias.

Isto não é novo no futebol. Os Nippon (quem mais?) já experimentaram jogar futebol com binóculos. Ontem, foi a vez do Pepe experimentar. Pelos vistos, não correu bem...

Mas para melhor perceberem tudo o que disse, que por esta altura deve estar a parecer uma valente estupidez, para não dizer outra palavra (começada por M e terminada em "erda"), aqui ficam dois vídeos que corroboram tudo o que foi dito. Vejam, comparem e depois vão ver que eu até tenho alguma razão.

Peço especial atenção para este primeiro vídeo dado que um senhor, bastante simpático por sinal, vai explicar ao pormenor, e bem, em que consiste este futebol com binóculos.


Japanese Binocular Soccer (Very Funny!) - Click here for this week’s top video clips

Agora o "nosso" Pepe...



P.S.: Sim, no fundo, tudo o que disse acaba por ser estúpido.

Pancadariamente, a Administração.

domingo, 19 de abril de 2009

Tá difícil...

Uma pequena observação/constatação:

Hoje fui abordado quanto à possibilidade de um membro da minha família, leia-se meu irmão, "unir esforços" e a conversa iniciou-se, tão somente assim:

"- Nunca mais casa?
- Tá bem, tá. Mais depressa vem ela para cá morar, do que ele casar e sair de casa...
- Tás fodido!"


Concisamente, a Administração.

Ah pois é...

... a rúbrica "As melhores citações do passado fim de semana" está de volta!

Aqui ficam:

"- Ó moço, isto é impressionante! Até ao domingo exploram os pretos..."

"- À quarta-feira nunca vou. Só pa encontros..."

"- Chego lá e meias no caralho! Fodias-te! É que nem um post it... Ao menos, punha um post it a dizer onde estão."

"- O carocha? Pôs em casa da minha avó. Disse que estava a estorvar em casa!"


Este mundo está prostituído, a Administração.

Marine

Ça va?

Saúdo todo o auditório na língua que deve ser falada com a boca em O, ou como eu gosto de dizer, a língua cocó, dado que o vídeo que aqui publico tem como intervenientes duas pessoas desse país cuja população faz parte daquele grupo que eu gostava de malhar com o maHol. Por sorte, cada um dos françiús só fala uma vez e, graças a Deus, dizem pouco. De facto, devo dizer que o que dizem acaba por ter piada e dar outra graça ao vídeo. Aqui vai ele...

video

Depois de visto o vídeo, posso agora tecer mais alguns comentários que considero pertinentes.

Em primeiro lugar, este vídeo não faz parte da rubrica Caipicola on camera. A principal condição não estava presente. Só por acaso somos françiús, leitores? Aqui sim, dou bastantes graças a Deus por não ser.

Contudo, se tal situação for captada em vídeo, poderá haver um vídeo de "porrrada" que entre na rubrica. Isto porque há quem queira, veementemente, bater numa certa e determinada pessoa. É como eu digo, é deixar andar.

Posteriormente, gostaria de dizer isto: que grande lapada! O vídeo não mostra mas aposto que, mal a rapariga conseguiu ligar a cabeça novamente ao pescoço, o rapazito não deve ter ficado imune a uma vingança. No entanto, é preciso dizer que a vingança só deve ter acontecido num outro combate. Neste, o moço venceu, sem margem para dúvidas, por KO. Isto para um gay (só pode ser, tendo em conta aqueles movimentos pré-bofetada), não está nada mal.

Por último, sem contar com as expressões parvas do moço, o que eles dizem não torna o vídeo mais piadético? A moçoila já diz o "quoi" totalmente abananada e ainda nem tinha levado a chapadona...

Gypsy Kings, a Administração.

QB

Buenas a todos!

É provável que eu esteja aqui, neste post, a inaugurar uma nova rubrica do "melhor blog do mundo". Sugiro um nome para a mesma: Caipicola on camera. Deixo a decisão a cargo, claro, em primeiro lugar, do co-administrador do blog (em tempos apelidado de "ditador") e de vocês, fiéis (assim se espera) amigos/leitores do mesmo.

Como o próprio nome desde logo indicia, será uma rubrica que terá como fundamento vídeos e fotos. Serão vídeos e fotos das mais variadas situações, nos mais variados contextos. Apenas uma condição: os protagonistas seremos nós, administradores, assim como os amigos/leitores do blog.

Depois desta achega sobre a rubrica, passo agora a introduzir o vídeo que pode ter dado origem a isto tudo. Intitulei o mesmo de "Ele 'tá a filmaaaaaaar!!" (os leitores irão perceber...). Em termos de contexto é bastante simples de explicar. Sábado à noite, noite esta que foi regada, QB, com copos, animação e ginganço (falo por mim, não me atrevo a chamar dança a tal coisa). Penso que o vídeo dirá o resto...

video

P.S. 1: O cigarro que Diogo ostenta no vídeo deve ter andado na boca e orelha dele uns valentes 10/15min até ser, finalmente, aceso.

P.S. 2: Obrigado à Máfi-a pela "câmara" (Vês?! Já escrevi sobre as nossas noites.)

"O Focse vai ***** a GNR", a Administração.